Nascer. Crescer. Trabalhar. Casar. Ter filhos. Criar os filhos. E morrer.

Esta é a sequência natural de nossa vida, se tivermos sorte. Dificilmente a fórmula muda, pode haver alguns escapes, mas a constante é sempre a mesma. E todo esse carrossel que é a vida passa em um piscar de olhos. Por isso, tenho procurado um novo sentido que seja além dessa prescrição.

E essa busca começa através do questionamento. Do pensar, para variar. Só assim poderei efetivamente mudar a minha forma de agir e fazer novas escolhas em direção a um eu bem mais coerente com a minha própria essência.

Inevitavelmente, se você também está nesta busca, uma hora terá de parar, se desvincular de si mesmo e se distanciar de sua pequena realidade para ser capaz de ver a ilha em que se encontra e a imensidão de oceano em sua volta.

“Os budistas acreditam que nós levamos nossas vidas como se vivêssemos dentro de uma casca de ovo. Assim como um pintinho que ainda não saiu do ovo tem poucas pistas sobre o sentido da vida, a maioria de nós possui apenas uma vaga noção do enorme mundo em que vivemos e de todas as possibilidades que nos cercam. Decidir ir em busca da felicidade é quebrar a casca do ovo e renascer. O passado, confinado e limitado, fica pra trás, abrindo espaço para um universo de descobertas. A casca existe para todos, mas apenas os que têm noção da existência dela conseguem quebrá-la e se libertar.”

Trecho do e-book “11 Coisas que você precisa saber” dos Nômades Digitais (Eme Viegas e Jacque Barbosa).

Quebrar a casca e se libertar é não mais estar preso àquela velha pré-definição de quem somos e como devemos viver nossa vida. De como devemos nos portar. Das escolhas que são impostas em nós por um subconsciente coletivo. É expandir sua consciência para algo muito maior.

E tudo isso começa com a quebra de suas velhas crenças e limitações, que estão enraizadas em você e que não faz o menor sentido segui-las como verdades universais.

Imagem do Programa Recalculando a Rota, de Alana Trauczynski.

Por ser assim, às vezes simplesmente vivemos com nosso potencial no 30%. Às vezes nem estamos presentes na direção da nossa própria vida, deixamos no piloto automático.

E a intenção aqui é fazer o processo inverso e te convidar para ser 100% responsável por sua vida. Colocá-la em suas mãos e variar a forma como age, a forma como se relaciona, o modo como trabalha e vive, se isso for te fazer mais feliz.

Talvez pensando para variar seja um começo para sermos capazes de alcançar aquela vida que queremos.

Pensar sobre as coisas com presença, consciência e clareza é o primeiro passo para efetivamente estarmos mais perto de nossos sonhos (você tem muitos deles, certo?), pois após este despertar, seremos capazes de tudo! O poder de mudar e agir começa com um pensamento.

Por isso, te proponho: vamos pensar para variar? 🙂

¨¨

Aqui você irá encontrar desde textos leves e bem-humorados até leituras mais profundas e reflexivas. O que é certo é que todas terão intrínsecos esses valores e concepções.

Para um mundo com mais co-criadores conscientes! Para um mundo com mais essência… Afinal, o Pequeno Príncipe estava certo desde o início!

Anúncios