Busca

Pensar Para Variar

Categoria

Reflexões

Brainstorming em um dia de chuva

Ela estava cansada.

Cansada das aparências. Cansada daquele mundo superficial.

Como se as pessoas não passassem de bonecos de plástico de um jogo de faz-de-conta.

Nesse jogo, só se ouve monólogos.

Ela esgotou-se ao doar-se a um nível e em uma qualidade que já não se via mais.

Acostumada a sempre ouvir majoritariamente, estranhou quando se pegou falando de si daquela forma.

Continuar lendo “Brainstorming em um dia de chuva”

Anúncios

13 Razões Opostas

Em momentos como esse em que a atenção de todos se volta especificamente para uma questão humana perturbadora, levantar pontos opostos faz sua parte à consciência coletiva, não para desviar a tônica relevante da questão, mas para neutralizar as energias agregando pontos de vista de esperança e amenizando o medo, a desesperança e o pessimismo que toma conta de nós.

Há muito tempo a pauta midiática não abordava um assunto tão sério e complexo, por isso não é minha pretensão discuti-lo nem trazer à tona os benefícios ou malefícios da série 13 Reasons Why.

Continuar lendo “13 Razões Opostas”

E se fosse possível?

Imagine um mundo em que as pessoas não tenham opinião para tudo. Imagine que você não precisa se posicionar, muito menos dizer o que acha sobre coisas que não lhe dizem respeito.

Imagine que não é necessário pensar tanto assim. Imagine que sua mente esvazie metade dos pensamentos que passam por ela todos os dias. E que você possa sentir paz e silêncio quando se volta para si mesmo em uma pequena pausa de uma rotina estressante. Imagine que você possa criar muito menos expectativas sobre as coisas e passe a tolerar bem mais aquilo que não sai como o esperado.

Continuar lendo “E se fosse possível?”

Menina, o que esse dia significa para você?

Hoje é dia da mulher, e falarei exclusivamente para elas. O que esse dia representa para você, de verdade?

É inegável que nossa geração já foi bastante afortunada e já recebeu desde que nascera direitos que a geração passada lutou muito para conquistar.

É indiscutível que temos hoje todos os atributos necessários para alcançar nosso sucesso profissional, viver ao lado de um companheiro de igual para igual, ser mães (imperfeitas, porque não?) e o que mais desejarmos ser e fazer na vida. Somos livres para fazer nossas próprias escolhas. Continuar lendo “Menina, o que esse dia significa para você?”

Apaixonar-se por você

Hoje esqueça todas as pessoas que já cruzaram o seu caminho. Aquela pessoa que já te fez mal. Aquela pessoa cativante que só te remete coisas boas. Aquela pessoa que balança o seu coração só de pensar nela. Aquela que você amou sem pedir nada em troca. Aquela que te faz querer tê-la ao seu lado toda vez que a vê. Aquela dona do seu amor. Aquela pessoa da sua vida.

Só por um momento, esqueça-se dela. Deixe que ela fique guardada em um cantinho apenas por um segundo. E permita-se se apaixonar por você.

Vamos, ela não está olhando. Solte-se. Entregue-se a você.

Continuar lendo “Apaixonar-se por você”

A Selva

Criaturas urram de todos os lados, e outras respondem de outros.

Batendo forte no peito, cada uma em seu espaço, chamam a atenção para si e intimidam.

Há seres de todas as espécies e raças, porém todos visam o mesmo objetivo: dominar a selva.

Para isso, precisam destacar-se. Precisam estufar o peito e ser bons caçadores.

Aqueles que não se garantem estão fora. Para sobreviver ali, é preciso ser aceito por algum grupo.

Continuar lendo “A Selva”

[ARTIGO] Daqui a 20 anos, do que vamos nos lembrar?

Eram nove horas da manhã e eu estava me ajeitando na cadeira em frente à mesa de madeira para tomar o meu café da manhã, lugar escolhido a dedo devido à vista espetacular que ficava ao meu lado esquerdo. Eu estava em um hostel lindo com pegada hippie no alto de uma serra de frente à lagoa da Conceição, em Florianópolis. Tudo era feito de madeira, rusticamente – e até grosseiramente – acabado, com ar sem frescura, do jeito que adoro. O refeitório ficava exatamente no ponto mais alto da rocha, o que lhe garantia uma vista inigualável que fizeram questão de preservar deixando-a livre de obstáculos visuais.

Continuar lendo “[ARTIGO] Daqui a 20 anos, do que vamos nos lembrar?”

[CONTO] A noite em que eu a reencontrei

Foi sentada de frente para um dos picos mais altos e mais lindos que já vi que a reencontrei. Era noite e a montanha não estava só. Tinha a companhia de uma velha amiga prateada, que neste dia resolveu iluminar todo o céu e expulsar todas as estrelas próximas a ela. Estava admirando a beleza plena e imutável da pintura à minha frente e sentindo a brisa passar pelos meus braços quando a abstração do tempo veio. E então ela chegou. A encontrei sorrindo, e meu peito sorriu de volta. Aquela sensação de paz como reencontrar uma velha amiga.

Continuar lendo “[CONTO] A noite em que eu a reencontrei”

[ARTIGO] Hoje eu levei um choque

Hoje eu levei um choque. E não estou falando da corrente elétrica que brotou do meu peito e percorreu toda a minha alma durante 1 hora e 15 minutos ouvindo atentamente a um podcast do Anthony Robbins. Não, eu efetivamente tomei um choque de sei-lá-quantos volts por alguns segundos, embora tampouco acho coincidência a sacudida metafórica momentos antes.

Talvez esse tenha sido um daqueles “momentos breakthrough”, que ele tanta fala a respeito. O engraçado é que realmente acontece quando se menos espera, como em uma banal ida à padaria.

Continuar lendo “[ARTIGO] Hoje eu levei um choque”

Blog no WordPress.com.

Acima ↑