Busca

Pensar Para Variar

Categoria

Crônicas

Brainstorming em um dia de chuva

Ela estava cansada.

Cansada das aparências. Cansada daquele mundo superficial.

Como se as pessoas não passassem de bonecos de plástico de um jogo de faz-de-conta.

Nesse jogo, só se ouve monólogos.

Ela esgotou-se ao doar-se a um nível e em uma qualidade que já não se via mais.

Acostumada a sempre ouvir majoritariamente, estranhou quando se pegou falando de si daquela forma.

Continuar lendo “Brainstorming em um dia de chuva”

Anúncios

Os meus 18 mandamentos para quem está morando fora do país ou viajando

Ontem conversando com uma amiga que vai viajar em breve, estive relembrando minha própria experiência vivendo na Argentina e na Turquia – que, mesmo de forma breve, rendeu um grande aprendizado. E então, pensando em alguns de meus momentos, reuni 18 recomendações para mim mesma que podem ser úteis (ou não!) para qualquer viajante:

  1. Power bank, lembre-se do power bank! Compre dois.

Continuar lendo “Os meus 18 mandamentos para quem está morando fora do país ou viajando”

[CRÔNICA] Missão viajando sozinha: 1. Saindo sem amigos

Quando se viaja sozinho, você tem que encarar uma realidade de frente: lidar com você mesmo. E o pior é que isso não é fácil, depois de algum tempo você já começa a pensar consigo mesmo “nossa, como você é uma pessoa difícil né”. “Vou te colocar no mudo”. Pois bem.

Lidar consigo mesmo é uma arte, e parecer que está bem com isso é outra maior ainda.

Continuar lendo “[CRÔNICA] Missão viajando sozinha: 1. Saindo sem amigos”

E enfim… Buenos Aires!

Depois de 3 semanas que estou na capital portenha, enfim poderei começar a riscar os inúmeros itens que já compõem a minha lista “A escrever”.

3 SEMANAS!!! Eu poderia dizer ‘ah, como o tempo voa!’, mas na verdade a primeira semana em qualquer lugar diferente que você esteja vale para UM MÊS inteiro. É verdade que quando se viaja o tempo passa diferente e você meio que experiencia uma sensação de slow-motion. No terceiro dia, continuava dizendo para as pessoas que eu já estava no hostel há uma sema… digo, três dias. Damn it.

Continuar lendo “E enfim… Buenos Aires!”

E o circo chegou!

Nas esquinas, aglomerados de pessoas sorridentes te esperam e lhe entregam panfletos, bandeiras são esvoaçadas, carreatas passam parando o trânsito e… jingles por todos os lados. Alguém mais despercebido pode se perguntar “O circo chegou à cidade?” Mas não. Não é o circo. É época de eleição. Mesmo que nesses tempos modernos a linha que difere um termo do outro tenha se restringido bastante. Cada vez mais convenho com meus botões que Francisco Everaldo Oliveira Silva (mais conhecido como Tiririca), juntamente com o “Dedé” (dos já sepultados “Os Trapalhões”), Batoré, Pedro Manso e Ronaldo Esper não estão assim tão deslocados na posição de candidatos que exercem no momento.

Continuar lendo “E o circo chegou!”

De novo, no ônibus…

Paquera no 263

_Puf.. puf.. Com licença, posso passar?
*múrmurio* _”Pode sim.” – se espreme entre a cadeira, murchando a barriga.
Passa com as mãos pra cima e na pontinha dos pés.
_Ufs… obrigada!
*múrmurio* _”Por nada.”
Parada brusca do motorista. A mão roça de leve na bunda da outra pessoa.
_Opa… desculpe.
_Tudo bem, já estou acostumada com o 263!.. hihi.. Talvez agora queira meu número?..

.

 

Chegou o verão

Luís Fernando Veríssimo

E chegou janeiro, o mês do verão ensolarado, de praias e do descanso!
O tão esperado verão, que também é sinônimo de pouca roupa e muito chifre, pouca cintura e muita gordura, pouco trabalho e muita micose.
Verão é picolé de Kisuco no palito reciclado, é milho cozido na água da torneira, é coco verde aberto pra comer a gosminha branca. Verão é prisão de ventre de uma semana e pé inchado que não entra no tênis. Mas o principal ponto do verão, não poderia deixar de ser…. a praia!
Ah, como é bela a praia. Os cachorros fazem cocô e as crianças pegam pra fazer coleção.

Continuar lendo “Chegou o verão”

Mulheres e dores de barriga

Da série “Crônicas”

Eu nunca tive muita sorte em meus encontros amorosos. Não que eu saia com as garotas erradas, muito pelo contrário, e olha que eu nem sou lá tão desajeitado assim. Mas quando eu saio com alguém, parece que sempre há algo programado a sair errado. Lembro-me de uma vez que eu levei a namorada pra passear no parque de diversões da cidade e no brinquedo que sugeri a cadeira dela falhou a trava de segurança e hoje ela está com a bacia fraturada. E outra vez que descobri que a acompanhante era “o” quando encontrei com ela – ou ele – no banheiro… ok, desta vez foi a garota errada.

Continuar lendo “Mulheres e dores de barriga”

"Curtindo" o fr-r-r-ri-rio

E aqui estou eu de novo!
Eu ia atualizar só amanhã, mas como estava ali sem fazer nada a não ser ouvindo minhas tripas trabalharem e “curtindo” o frio, vim aqui escrever algo.
Em primeiro lugar eu não sei porque as pessoas têm essa mania de dizer isso, “curtir” o frio… Na verdade o frio não foi feito pra se curtir, ninguém que está passando frio “curte” estar passando frio!!! Quando você está alí, em casa, na frente de uma lareira, tomando um chocolate quente, você nem ao menos está curtindo o frio, você tá curtindo o calor!!! (ah, espere, acho que o Diogo Portugal já disse isso em algum lugar…) (bom, de todo o jeito, concordo com o pensamento!)

Continuar lendo “"Curtindo" o fr-r-r-ri-rio”

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑